Não, devemos adorar a Jesus! Ele merece adoração? Vamos ver!

Prof. Marcos Fernando da SilvaDevemos adora a Jesus? Vamos ver!

Não, devemos adorar a Jesus! Ele merece adoração? Vamos ver!


Jesus Cristo (Messias) deve ser adorado? merece adoração? Diante de tantas especulações que se vê na Internet e, sobretudo, pelas seitas heréticas parece que não! Mas afinal, o que vale de fato é o que eu ou você pensa ou mesmo o que ele ou ela acham e afirmam? Não! Todo conhecimento fruto de achismos não passam de meras argumentações que em si mesmas são limitadas e não tem propriedade nenhuma, não veracida nada; assim, não aprova nem nega! Porém, temos que nos reportar e nos apoiar ao que a “sola scriptura” tem a nos dizer ou revelar, já que a temos como única regra de fé e prática cristã. Aí então teremos a verdade! Você está pronto? Então, vamos ver!

(É relevante explicar que somente quem não reconhece a deidade e onipotência de Cristo que afirma não podermos o adorar.)

É o caso da Sociedade Torre de Vigia ou mesmo Testemunhas de Jeová, infelizmente, negam ferrenhamente tal ação e mais pior ainda “alteraram/adulteraram” algumas passagens bíblicas da própria bíblia deles, conhecidas como Tradução do Novo Mundo (TNM). 

Mas em que eles se apoiam para negarem definitivamente a adoração ao filho de Deus? Vamos ver!

As principais passagens do NT que servem de muleta dos TJ para enfatizar tal pensamento se encontram em: [Mt 4.10/ Jo 4.23]

1- Vejamos o que diz: “Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto (somente a ele servirás)”. [Mt 4.10];

2- Vejamos o que diz: “Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espirito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores”. [Jo 4.23];

Vamos delimitar os textos para compreendermos o contexto!

    • O texto 1, desde o primeiro versículo, vem mostrar uma luta tanto de quem tenta como de quem é tentado; o diabo, um perdedor insistente, subestima Jesus fazendo uso frequente do “se“, uma conjunção subordinada condicional (v3 e v6); e sua última pergunta (v.9) diz: “Tudo isso te darei se, prostrado, me adorares“. Diante desta audaciosa (por oferecer uma coroa sem cruz) e prepotente pergunta (por oferecer o que não se tem) no versículo (10) é relatado a extensa e final repreensão de Jesus ao diabo quando o mesmo o tentou a adorálo, porém Jesus o combateu citando e ao mesmo tempo parafraseando o que Deus havia dito aos israelitas para não cometerem (Dt 6.13-14) [Verdades do texto: Mostra uma tentação (diabólica para pecar e sermos destruídos – Tg 1.14-15) que “fez parte” da provação (divina para sermos fortificados e aprovados – Tg 1.12-13) e não é à toa que ambos termos são frutos de uma mesma palavra grega/peirasmos/ [πειρασμος]” e ambos verbos podem ser vertidos para “testado”, sendo parte do plano Divino (Dt 8.1-5); relata que devemos adorar ao Pai e mostra que não deveríamos falar Seu nome em vão (Dt 6.13-14); conclui dizendo que adoração e serviço somente a Deus (isto é, ao Criador e não a criatura)] (Sl 96.9).
    • O texto 2, inicia com “mas vem a hora…” preanunciando a sua morte, ressurreição e ascensão; Jesus põe em xeque a maneira de adoração de Judeus e Samaritanos, assim a questão aqui não era onde adorar (no templo do monte Gerizim ou em Jerusalém), mas sim como o culto deve ser prestado! Com a vinda do Messias, o filho de Deus, verdadeiros e falsos adoradores no que diz respeito as localizações desapareceram, pois os verdadeiros adoradores são aqueles que adoram a Deus de todo o seu coração por meio do Filho (Fp 3.3), contudo o local se tornou irrelevante e os rituais não evidenciam a verdadeira adoração, mas somente a adoração que for em espírito e em verdade.  

[Ambos textos falam sobre adoração e usam naturalmente um verbo que indique tal ação/prática de adorar: Mt 4.11 “προσκυνήσεις”/proskynēseis/ e Jo 4.23 “προσκυνηταὶ”/proskynētai/].

1- Mateus 14.33: [Essa passagem mostra os discípulos de Jesus na Galileia o adorando, detalhe: Jesus aceitou tal adoração!!!] E os que estavam no barco o adoraram, dizendo: verdadeiramente és Filho de Deus! [οἱ δὲ  ἐν τῷ πλοίῳ προσεκύνησαν αὐτῷ λέγοντες Ἀληθῶς Θεοῦ Υἱὸς εἶ].      

2- Marcos 14.3-9: [Essa passagem vem mostrar a adoração de uma mulher de Betânia, ela unge os pés de Cristo].

“E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz:E todos os anjos de Deus o adoremHebreus 1:6″ 

Esse versículo foi alterado da doutrina dos “Testemunhas de Jeová” em 1954, quando lamentavelmente publicaram a proibição da adoração a Jesus. A TNM Somente foi “revisada” entre os anos de 1983/84, alteraram as palavras de Hebreus 1.6  para “prestar homenagem“. Assim, adulteraram a mensagem ou sentido do texto. Entretanto, antes os TJ pregavam que Jesus deveria ser sim adorado! Veja que oscilação doutrinária…malignant   

Já não basta mudarem seus costumes, crenças e valores, agora terem a cara de pau de mudaram também as “Escrituras” da TNM. (Colcha de retalhos).  

Esse versículo nem precisaria ser abalizado pelos originais, mas para não deixar quaisquer dúvidas ainda, vamos ver em três idiomas! (Grego, Português e Inglês)

οταν δε παλιν εισαγαγη τον πρωτοτοκον εις την οικουμενην λεγει και προσκυνησατωσαν αυτω παντες αγγελοι θεου.
E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz:E todos os anjos de Deus o adorem.
And again, when he brings in the first-begotten into the world, he said, And let all the angels of God worship him.

Análise dos Termos:

προσκυνησατωσαν αυτωo adoremworship him

A tradução inglesa “NIV” (New International Version) ou mesmo a “King James de 1611″ não usam em nenhum momento “prestar homenagem” em Hb 1.6; que seria: “Pay respects to/ pay tribute to/pay homage to“. Mas sim, worship!

Quais as definições para tal termo? Vejamos:

the feeling or expression of reverence and adoration for a deity. “the worship of God”
O sentimento ou expressão de reverência e adoração por uma divindade.
“a adoração de Deus”
synonymous:
reverence veneration| adoration| glorification| glory| exaltation.

sinônimos:

reverência veneração | adoração | glorificação| glória | exaltação.

Nenhum desses termos, sinônimos de adorar, foram usados na versão da TNM. 

Tenho três TNM (duas em português “1983, revisada em 1977 da versão inglesa de 1961” e “1986, revisada em 1986 da versão inglesa de 1984“/ uma em inglês “1984, revisada em 1961/81), as em L.P dizem ser atualizadas pela versão inglesa…   Vamos ver!

Contudo, a traição na tradução (TNM) das TJ é clara tanto em Inglês como em Português. Vejamos:

“But when he gain brings his First-born into the inhabited earth, he says: “And let all God’s angels do obeisance to him”. O incrível é que o uso em inglês de “obeisance” não corresponde em português na TNM. Esse termo antigo vem do Inglês Médio (M.E) “obeisaunce”  (obedience, obeisance) tradução: (obediência)! A última parte “And let all God’s angels do obeisance to him” ficaria assim em português:”E que todos os anjos de Deus o obedeçam/ se inclinem a ele”.

Parece que cada vez mais que exploramos vemos mais discrepâncias. “prestar homenagem” x “obedecer/inclinar“?

A “tradução” portuguesa está nitidamente mais distante. Já a tradução inglesa é a mais que se aproximaria do sentido de “adorar“. Todavia, ambas não têm originalidade nem respeito textual aos originais nem ao Filho de Deus. (Se foi mesmo o Charles Taze Russell que “traduziu” dos originais; então só tenho a dizer que ele era um analfabeto funcional nos originais! Qualquer leigo ver claramente as omissões e acréscimos!). Chego a concluir que eles colocam a TNM superior aos originais   

O uso da palavra “adorar” em Hb 1.6 tem as seguintes acepções:  

O uso da palavra “adorar” em Hb 1.6 tem as seguintes acepções:  

Comentários